Pensamento Vadio

Janeiro 12 2009

Um professor de Direito vai a uma aldeia visitar um familiar. Este professor do alto da sua sabedoria diz que pessoas educadas é só na cidade, a grande urbe que todos os dias o vê acordar.  Vai na volta na casa desse familiar trabalhava uma empregada muito simpática, muito carinhosa e faladora.

 

- Óh senhore doutore, o senhore tá tão bonito e ainda tão jovem! ( o tipo careca, a cheirar a tabaco e com peúgas brancas)

- Muito obrigado D. Maria.

- Sabe a srª conta-me que o doutore é muito bom.Não é muito trabalho eu fazer-lhe uma perguntinha? É que a minha mai nova acha(...)

- Claro diga lá ( já a espumar, porque tinha de aturar aquela velha, que note-se é mais nova do que ele)

-Olhe a minha mai nova foi ao arcrivo a Lisboa e disseram-lhe que, aquele campo que nos temos lá à beira da casa da (...) e que nós fizemos lá uma casa, aiiiiiiiiii que tanto nos custou a fazer, o que nós trabalhamos, Jesus! Não é que aquela casa tem uma iboteca?! Nós não devemos nada a ninguém. O arcrivo diz que nós, eu e o meu home, temos aquilo por usucampião. O que vamos fazer?!

- Ele diz, D. Maria devem ter sido uns gorilóides com a mania que percebem de direito que fizeram isso. Nós vamos já enfiar-lhes o facalhão pelas costas, sim porque eu não são nenhum daqueles professores manteigueiros.

-aii obrigada sr. doutore, o senhore é tão bonzinho.. 

Ele após esta conversa entra na sala e senta-se no cadeirão que lá estava e diz: "Senta-se quem tem o poder de dar descanso ao seu corpo" 

 

Ora eu só tenho a dizer, quem sabe mais a pobre que toda a vida trabalhou no campo ou aquele que tem o rei na barriga ?! Para mim é óbvio!

Aposto que muitos, muitos não. Aliás, poucos, pouquíssimos conseguirão saber o que querem dizer algumas das expressões a negrito! Eu confesso que algumas também não sei, mas aceitam-se sugestões!

 

P.S: Esta é uma conversa ficticia, claro está. Desculpem um post tão fraquinho mas o meu cansaço não me deixa ir mais além!

 

publicado por pensamentovadio às 20:33

Nem toda a conversa é fictícia, pensamentovadio... infelizmente! looool
Bloguótico a 12 de Janeiro de 2009 às 23:04

É verdade. o que está a negrito infelizmente aconteceu mesmo!
pensamentovadio a 13 de Janeiro de 2009 às 18:22

Felizmente hoje não visitei o Aníbel, por isso não posso opinar acerca da veracidade dos factos. O que sei é que o post não está fraco, de todo! :)

Gostei! (já vi que perdi umas boas pérolas... ;p)
Salto-Alto a 12 de Janeiro de 2009 às 23:14

Não são todas dele. Algumas são colecção privada aki da minha pessoa!
pensamentovadio a 13 de Janeiro de 2009 às 18:23

LOL! Estás parva ou quê, fartei-me de rir! XD
Ninja! a 13 de Janeiro de 2009 às 15:19

Ai tu é que fazias falta. Aposto que lhe mandavas como costumas dizer um bofardo que ele falava logo do que tem a falar!
pensamentovadio a 13 de Janeiro de 2009 às 18:25

Ai esse sr. Anibal, põe-nos a cabeça em água! É que nós já não somos criancinhas, porque se o fossemos ele "avariava-nos" :) Lol
queen butterfly a 13 de Janeiro de 2009 às 15:55

O que ele disse foi que urbanidade significa educação e que urbanidade vem de urbano. No entanto, palavras dele na minha sala, nem sempre é assim e há muita má educação na cidade. Palavras dele e não minhas. Se calhar eu tenho aulas com o Dr. Jekill e tu com o Mr. Hide...enfim, não sei o porque da vossa turma tratar tão mal o Sr. Aníbal, eu confesso que até gosto das aulas dele...
Kal a 13 de Janeiro de 2009 às 15:58

Justiça seja feita é verdade que ele disse isso. tb aconteceu na nossa.
Experimenta assitir a uma aula nossa e vais perceber.
pensamentovadio a 13 de Janeiro de 2009 às 18:26

"O misterio não é um muro onde a inteligência esbarra, mas um oceano onde ela mergulha". Mas o pensamento não esbarra esse derruba e segue em frente!
mais sobre mim
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
15
16
17

19
22
23
24

25
26
27
28
30
31


pesquisar
 
Recepção de pensamentos
pensamentovadio@gmail.com
Contador (13.11.08)
Desenvolvimento de sites
Desenvolvimento de sites
blogs SAPO