Pensamento Vadio

Abril 15 2008

Anormal eu? bem deixem-me pensar nisso.... hum.....mais cinco 5 segundos..... bem....analisando bem a questão.... sou mesmo! SOU ANORMAL!  E escândalo , chamem o 112 (mas não pode ser o de Favaios ), chamem alguém eu sou mesmo anormal. Sou e tenho gosto porque não me enquadro, nem quero, neste panorama de pseudo-amigos,  destes seres que pela frente são uma coisa e por trás estão a dizer o contrário ou então aqueles cobardes que dizem eu faço isto e aquilo e na hora H ...bem parecem ratos a procura de um buraquinho para se esconderem. Se isso é ser anormal eu sou e quererei ser sempre porque viver neste comodismos, e neste fazer por fazer Não Obrigada!!!

quando no texto anterior digo que gosto de rir e não de sorrir, para além de figuras de estilo e outros artifícios linguísticos que podia alegar, apenas digo rir é quando se sente verdadeiramente algo, sorrir é mostrar os belos dentes que Deus me deu apenas para ser simpática (é ser falsa).  Até deixo aqui as definições dos dois verbos:

rir: contrair os músculos da face de modo especial, por efeito da alegria ou nervoso; manifestar ou emitir riso;gracejar; tratar levianamente um assunto; ridicularizar.....etc.

sorrir: rir sem fazer ruído; rir de leve fazendo apenas uma pequena contração do musculo facial; apresentar aspecto agradável...etc.

bem caro vizinho do lado, acho que devia alargar os seus horizontes literários para além do jornal a Bola, Record, e outros desportivos, podia para se familiarizar mais com os recursos literários portugueses ler qualquer coisinha de Fernando Pessoa (aqui entre nós era capaz de ver que aquelas aulas de português em que disseram que as palavras podem ser usadas com vários sentidos...epá...eram mesmo verdade!!!)

Se me conhecesse (o que não será o caso) iria ver a diferença entre rir e sorrir, porque quando me rio vejá lá o desatino a pessoa sabe que me estou a rir para ela, não dela e que é sincero e com sentimento, que coisa horrenda não é? 

ah só para acabar queria deixar-lhe uma "metáfora tipica de gaja", mas não consigo digo apenas que gosto que visite o meu blog e se acha que sou rude deixe lá as mulheres também sabem ser frontais sem salamaleques!! E afinal, eu não sou normal!!!!

publicado por pensamentovadio às 21:08
Tags:

Bem sei que desta vez o comentário vai demasiado atrasado porque o post- ele próprio - já não é recente. Mas adorei o texto. Mesmo. Concordo com a ideia e também eu não quero ser normal. Porque ser anormal é único e ser anormal é sermos nós próprios, na nossa própria originalidade. Obrigada por este texto, fiquei mesmo a pensar nele durante 3 ou 4 dias e hoje tive mesmo que comentar!
Lipa* a 30 de Maio de 2008 às 21:16

"O misterio não é um muro onde a inteligência esbarra, mas um oceano onde ela mergulha". Mas o pensamento não esbarra esse derruba e segue em frente!
mais sobre mim
Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
16
17
18
19

20
21
24
25
26

27
28
29


pesquisar
 
Recepção de pensamentos
pensamentovadio@gmail.com
Contador (13.11.08)
Desenvolvimento de sites
Desenvolvimento de sites
blogs SAPO