Pensamento Vadio

Junho 10 2008

As minhas mãos estão a tremer só de pensar na possibilidade de ter poder tocar. O meu corpo sente uma espécie de calafrios só de pensar que te vou encontrar. A minha cabeça não para, pensa em mil e uma coisa ao mesmo tempo, tudo porque sei que te vou ver. Mas que sentimento é este que tanto me empurra até ti, como quando estou perto de ti me faz querer fugir, fugir para o sitio mais longe que o meu coração aguentar. E o problema é esse o meu coração não aguenta esta separação forçada, esta separação a que tu me obrigas. É estar presa dentro de mim, é querer agir e ter medo e ao mesmo tempo ser audaz o suficiente para parar a olhar os teus olhos e pensar: ai se tu soubesses… E bem se soubesses não farias nada e não o farias porque não somos as 2 estrelas que se te de encontrar, somos apenas 2 cometas que se cruzam nas suas rotas. Mas tu abusas-te quebras-te a rota estipulada e tocas-te ao de leve…

Ao pensar que podemos todos ter uma estrela guardada para cada noite de luar, lembro-me deste momento de balanço que atravesso e recordo alguns amigos com um sorriso de felicidade porque são estes casos que me fazem acreditar que onde e quando menos esperamos existe alguém que nos vai estender a mão e não mais vamos querer largar-nos, alguém vai sorrir e vou retribuir com o mesmo significado.

Ao meu lado vi nascer, florescer e ganhar raízes um amor para a vida, ou pelo menos enquanto durar…; vi fortalecer anos e anos de cumplicidade, paixão e amor que são para toda a vida. Apesar do tempo, conseguem manter aquele olhar apaixonado que um adolescente tem..; conheci também o exemplo de que muitas vezes a amizade é o mais sólido de todos os alicerces de uma relação.

O amor esta fechado dentro de uma rotunda, e todos acessos tem em comum que passam pela amizade embora nem todos consigam chegar à rotunda!

Há quem diga que amor há só um, bem talvez tenha algum fundo de verdade mas e para quem não aproveitou a oportunidade acabou? Bem não me parece uma solução justa até porque se soubéssemos não a deixaríamos passar!!

 

(texto foleirinho...mas o cansaço também não perdoa!!)

 

publicado por pensamentovadio às 00:52

Pela primeira vez, discordo contigo. O texto não está fraco (espero que amanha faças uma retratação). Está muito bom! Mesmo!

Se cansada escreves assim, estoura-te mais vezes!

Adorei mesmo o texto. Só me ocorrem duas palavras para o descrever: lindo e profundo.

Quero mais!!!
Lipa* a 10 de Junho de 2008 às 02:30

Pela primeira vez, discordo contigo. O texto não está fraco (espero que amanha faças uma retratação). Está muito bom! Mesmo!

Se cansada escreves assim, estoura-te mais vezes!

Adorei mesmo o texto. Só me ocorrem duas palavras para o descrever: lindo e profundo.

Quero mais!!!
Lipa* a 10 de Junho de 2008 às 02:30

Concordo com a Lipa!!! este é um texto lindo e profundo! adorei...

E não é tão bom nos sentirmos assim? Às vezes um pouco triste mas e booomm!

"O meu corpo sente uma espécie de calafrios só de pensar que te vou encontrar. A minha cabeça não para, pensa em mil e uma coisa ao mesmo tempo, tudo porque sei que te vou ver." Estás duplamente de parabéns!!!! :))))
Alguém a 10 de Junho de 2008 às 12:04

Tu não andas cansada... anda inspirada, isso sim!!
D.P a 11 de Junho de 2008 às 00:06

É normal andar inspirada...já ouviste falar em respiração? tem 2 pressupostos: inspira...expira...

dahhhhhhhhhhhhhhhhhhh

Gostei muito do texto! Escreves mesmo muito bem e num registo que me agrada! Gosto em particular do título e da parte em que te referes á estrela que podiamos ter guardada para cada noite de luar. Gostei mesmo muito!

Ninja!
Ninja! a 11 de Junho de 2008 às 22:53

"O misterio não é um muro onde a inteligência esbarra, mas um oceano onde ela mergulha". Mas o pensamento não esbarra esse derruba e segue em frente!
mais sobre mim
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
14

15
17
18
19
20
21

22
24
25
26
27
28

29
30


pesquisar
 
Recepção de pensamentos
pensamentovadio@gmail.com
Contador (13.11.08)
Desenvolvimento de sites
Desenvolvimento de sites
blogs SAPO