Pensamento Vadio

Abril 02 2008

Com o passar do tempo o mar vai ganhando terreno à  terra apesar de esta teimosamente tentar resistir, mas no final o mar leva  a melhor. O mesmo se passou contigo e comigo. Pode-se dizer que tu foste o mar e eu a terra, e no teu normal andar acabas-te por fazer ceder a mais teimosa das terras.

Passados poucos meses de te ter conhecido comecei a perguntar-me o que estava a acontecer, reconheci perante mim e perante outros. Achei fantástico, mas com o tempo toda a fantasia desapareceu, dia a dia tal como me conquistas-te foste-me afastando, fui conhecendo pormenores , fui vendo, fui sentindo e fui também matando este sentimento. O mar com toda a certeza ganhou alguns quilómetros à terra, mas esta quando o mar sem saber desistiu do que poderia talvez um dia ser a sua maior vitória, foi pouco a pouco resgatando o que lhe fora roubado e agora restam alguns metros. Estes metros são pequenos quando comparados com os quilómetros que já tivera mas são com toda a certeza uns metros muito queridos e muito valiosos que  a terra perdeu para o mar mas que sem saber o mar permitiu que a terra tivesse assim os mais belos jardins subaquáticos.

O mar e  a terra estão sempre em contacto até que decidam que o mar se tornará num lago ou a terra numa ilha ou ambos!

"Ah?! Terra? Mar? O que é isto?" , bem eu respondo: é um texto metafórico apenas acessível a cérebros pensantes de alta definição (excluindo claro as 3 pessoas que sabem a minha identidade)!!

Neurónios pensantes para todos :) 

publicado por pensamentovadio às 21:24

"O misterio não é um muro onde a inteligência esbarra, mas um oceano onde ela mergulha". Mas o pensamento não esbarra esse derruba e segue em frente!
mais sobre mim
Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
16
17
18
19

20
21
24
25
26

27
28
29


pesquisar
 
Recepção de pensamentos
pensamentovadio@gmail.com
Contador (13.11.08)
Desenvolvimento de sites
Desenvolvimento de sites
subscrever feeds
blogs SAPO