Pensamento Vadio

Maio 29 2008

" O passado já foi e o futuro é já amanhã!", quem é que ainda não ouviu esta expressão?

Será que algum de nós pensou no que realmente esta frase quer dizer para cada um de nós? O passado tem um papel muito importante, é um elemento estruturante. o passado faz de nós aquilo que somos no presente. quando fazemos alguma coisa, quando conhecemos alguém á algum tempo devemos em certas alturas ter em conta o passado, aquilo que nos fez gostar, amar, odiar aquela pessoa mas não devemos segundo alguns ficar presos ao passado e concordo! Concordo mas desde que saibamos que aquilo que aconteceu no passado não aconteceu por acaso!

- se no apaixonamos por alguém que nem sabe da nossa existência, isso provavelmente fortalecernos-a para a próxima queda; fez-nos amadurecer para enfrentar novas situações.

- se nos desiludimos, aborrecemos ou algo pior com alguém é porque não valia a pena e o que não vale a pena é melhor esquecer.

o passado contudo, nunca deve ser esquecido poi pode alertar-nos para alguns erros que possamos vir a cometer no presente.

Mas o passado não é só uma vela acesa no nosso presente, ele faz-nos recordar, faz-nos pensar em como crescemos, em como gostamos daquilo que por razões esritamente ligadas ao nosso passado no acontecem no presente.

Gosto de me lembrar do meu passado( apesar de curto) e encontrar no sotão que é a minha memória aqueles sorrisos inocentes, aqueles namotros inconsequentes, aquele idealismo feroz de defender os meus amigos e aquilo em que acredito. É este passado que me faz sorrir quando hoje olho à minha volta e vejo amigos que me surpreendem quando menos espero, que me mimam com palavras doces, que me ignoram por motivos vários... Este é o presente que o meu passado me trouxe. E o meu futuro terá como  passado o meu presente que é certamente muito mais dinâmico que o passado.

Todos nós temos um passado (mais ou menos9 secrevto que podemos partilhar ainda que vagamente...então? Serei a única a dar um passo em frente e abrir a fechadura do meu passado, ou algum dos meus queridissímos leitores me dá a mão e abre comigo a fechadura do seu passado?

 

Neurónios pensantes:)  

publicado por pensamentovadio às 12:01

Maio 20 2008

Em pleno século XXI, em que nos países ocidentais (quase todos) gozamos de uma plena liberdade, até que ponto podemos dizer que somos livres? Não me acontece muitas vezes mas as vezes lembro-me daquele brocado de Direito que diz "a minha liberdade termina onde começa a tua", bem será que há várias liberdades e que elas podem chocar ou que cada um utiliza a liberdade com o grau que entende (e já isso é fruto da liberdade que possui)?

Não entendo como uma sociedade civilizada, ou melhor tendo em conta aquilo que os meus olhos vêem, que tenta cada vez mais ser civilizada com os seus seres gritantes de civilização e de direitos podem não entender o mais poderoso direito que temos, a liberdade. Penso que a liberdade é una, agora cada um de nós utiliza a liberdade que nos é posta à disposição no grau que entende, isto é, muita ou pouca como melhor lhe aprouver. Acho imensa graça aqueles que gritam viva a liberdade mas depois estão a criticar aqueles que usam a liberdade quase no seu extremo, sim porque o que utiliza de menos esse nunca é criticado.

Ora bem eu acho que devemos respeitar as opiniões de cada um, as escolhas de cada um sejam elas metafóricamente falando ficar calado ou mandar um berro. Acho que a liberdade nunca existirá plenamente enquanto nós não percebermos que ela deve ser respeitada no seu todo e não só o meio termo.

Os blogs são um exemplo desta atitude ainda retrógrada porque se somos livres podemos dizer o que queremos, a censura felizmente acabou, então para quê moderação de comentários? Aqueles que dizem algo de errado, ou inconveniente têm de saber que existe sempre o direito de resposta, porque, mais uma vez me socorro da velha sabedoria "quem diz o que quer ouve o que não quer".Pois se for o caso qual é o problema'?É com a troca de ideias que as atitudes mudam que o mundo avança. Se ficarmos todos quietos e calados o mundo não avança. Que seria de nós se Newton, Pitágoras, Marie Curie..e tantos outros tivessem ficado quietos e calados?(bem muitos estarão a pensar certamente no teorema de Pitagoras e a pensar, estaríamos bem melhor..teria tirado boa nota a matemática!).

A liberdade deve existir e deve ser respeitada, aqueles que não a sabem aproveitar esses existem meios de os voltar a inserir na sociedade (se bem que as vezes duvidosos) mas e aqueles que querem aproveitar e que são por vezes amedrontados por vozes, essas sim medonhas, que pugnam por uma velha versão de liberdade?Essas devem ser caladas porque para trás olha-se,mas não se anda!!

 

(Acho que se o Jerónimo de Sousa lê isto ainda me convida para escrever aqueles panfletos do sou contra tudo e a favor de nada)!!! Ups a minha liberdade acaba de chocar com a de alguém...pois é...Viva a liberdade de expressão!! 

 

Neurónios pensantes e livres :)

publicado por pensamentovadio às 21:04

Maio 12 2008

Vou neste post falar apenas de uma espécie de idosos, as velhinhas! Bem pensava eu que estas era indefesas, que as devíamos ajudar em várias tarefas que possam tornar-se complicadas nesta fase da vida em que a vitalidade já vai diminuindo! Iludida por os ensinamentos que recebi, também pela avozinha do capuchinho vermelho e até mesmo por aquelas velhinhas simpáticas e amáveis com que me cruzei ao longo da vida!

Desenganem-se!!!! Elas não são nada indefesas, nada frágeis! Elas andam munidas de uma "arma branca" (guarda-chuvas e bengalas) prontas a atacarem-nos! Nunca mais vou olhar para uma velhinha do mesmo modo carinhoso e afectivo com que olhei até hoje!

FUI ATACADA POR UMA VELHINHA!!!!!! Bem vou na rua em amena cavaqueira com umas amigas e apenas porque estava com uma objecto na direcção de um caloiro, eis que uma senhora idosa pimba nas minhas pernas. Claro que suavemente mas isto é atitude de uma avó? claro que não! e esta juntam-se atitudes quase que sindicalistas em defesa dos pobres caloiros que apenas se estavam a divertir!!

Elas dizem que no seu tempo não era assim, mas eu digo minhas senhoras não podemos desatar a dar bengaladas mesmo que de forma carinhosa a toda a gente. Sim porque nós jovens respeitamos essa bela idade a que todos queremos chegar sem nos queixarmos deste atentados à nossa integridade física!

E assim se destrói uma imagem construída ao longo da vida de que devemos ajudar os idosos. pois eu só ajudo velhinhas que não tenham bengalas, sacos ou guarda-chuvas porque apesar de ser a neta que qualquer uma delas gostaria de ter (lol) não me posso arriscar a levar com estes objectos ou quiçá um dia uma coisa mais perigosa!

As velhinhas podem ser perigosas, atenção tenham cuidado!

 

Neurónios pensantes :)

e abraço as velhinhas lol

publicado por pensamentovadio às 21:45

Maio 08 2008

Imaginem esta situação: num estádio de futebol estão no centro do  relvado o  sr. Bush, o sr. Hugo Chávez e o sr. Bin Laden. Nas bancadas estão os respectivos familiares e amigos dos 3 intervenientes referidos.  À volta das 4 linhas estão em posição de ataque de frente para as bancadas os respectivos exércitos das três personalidades!

continuam a acompanhar o meu raciocínio? não? voltem a ler. sim? então continuemos: se o sr. Bush disser algo menos vamos lá..próprio os seus entes queridos e o seu exército morre. Se o sr.Hugo Chávez disser algo mais frontalmente... idem... há bancadas que vão pelos ares. Se for o sr. Bin Laden a dizer algo que irrite os outros dois companheiros bem buumm, vão voar bancadas!

Nesta situação o que farias? E isso este "jogo" fosse na vida real, na tua vida real?

Pois... bem esta é apenas uma brincadeira mas se fosse na minha vida.......

 

 

                      BUUUUUUUM

 

Neurónios pensantes:)

 

ah, espero respostas engraçadas!

publicado por pensamentovadio às 21:17

Maio 04 2008

Onde reside o encanto? Será que ele apenas existe naquelas histórias da Disney ou na vida real ele também dá o ar da sua graça?

O encanto encontramo-lo naquelas palavras que não esperávamos ouvir, que não pensávamos ser capazes de as dizer. Encontramos num simples gesto de oferecer uma flor ou de dar um abraço, daquele olhar que se cruza sem saber porquê É encantador ver aquela criança que corre com um sorriso inocente para os braços dos pais ou aquele amigo que diz em cada data importante exactamente o que queremos ouvir. É encantadora esta esperança renascida que Maio trás, este ar mais límpido , mais relaxado que se respira, é como se o ar se renova-se.

O encanto reside não nas plumas, não nos belos corpos enfim em todos os adornos que se colocam nas coisas mas sobretudo nas pessoas. O encanto reside na sinceridade dos gestos, na sinceridade das pessoas e sobretudo na sinceridade dos sentimentos que dão forma a tudo aquilo que nos rodeia.

Claro está que Maio não é causador de qualquer encanto adicional nas nossas vidas, ou poderá ser mas não depende do mês mas da atitude de cada um de nós.

Por mim acho encantador aquela rosa perdida num belo jardim à espera de ser colhida, aquele pôr-do-sol à espera de ser contemplado; aquele beijo adiado que finalmente vai acontecer e que um abraço sentido sintetiza todo o sentimento envolvido.

Em Maio, Feliz dia da Mãe!

 

                                                 Maio tem mais encanto...na hora em que sorrimos!!

 

Neurónios pensantes para todos :)

publicado por pensamentovadio às 14:52

"O misterio não é um muro onde a inteligência esbarra, mas um oceano onde ela mergulha". Mas o pensamento não esbarra esse derruba e segue em frente!
mais sobre mim
Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
30
31


pesquisar
 
Recepção de pensamentos
pensamentovadio@gmail.com
Contador (13.11.08)
Desenvolvimento de sites
Desenvolvimento de sites
subscrever feeds
blogs SAPO