Pensamento Vadio

Outubro 27 2008

Percorremos a mesma avenida, subimos e descemos aquela avenida em busca um do outro até à exaustão. Dobramos as mesmas esquinas sem nunca nos esbarrarmos, paramos no nosso sítio na esperança que o outro chega-se. Repetimos esta busca desesperada, dias após dias, sem nunca sentirmos a presença um do outro, sempre sós em busca daquilo que nos faz sentir felizes, que nos faz sorrir.

Até que um dia paramos. Não mais íamos passar os dias a percorrer aquela avenida à espera que surgíssemos na esquina como que por magia. Acabou-se. Exaustos da última caminhada, com o sentimento que seria a última e que mais uma vez não nos descobrimos, sentamo-nos em frente ao mar conformados com a sua imensidão e dizemos: "não acredito que desisti..."

Ao ouvir isto, olhamos um para o outro e finalmente soubemos que nos tínhamos encontrado. Ali, frente a frente, os nossos olhares colaram-se, sabiam que tinham encontrado aquilo por que tanto tinham procurado!

 

 

imagem retirada da net

publicado por pensamentovadio às 20:19

"O misterio não é um muro onde a inteligência esbarra, mas um oceano onde ela mergulha". Mas o pensamento não esbarra esse derruba e segue em frente!
mais sobre mim
Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Desencontrados...

pesquisar
 
Recepção de pensamentos
pensamentovadio@gmail.com
Contador (13.11.08)
Desenvolvimento de sites
Desenvolvimento de sites
blogs SAPO